Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Louco por motos

CHIPS, heróis inesquecíveis

por Mário Sérgio Figueredo, em 23.12.08

Na década de 70 a TV brasileira, praticamente debutava na criação de programação própria, e com raras excessões (Vigilante Rodoviário), dava ênfase às novelas e programas de auditório. A programação que "salvava" a nossa TV vinha de fora, principalmente dos Estados Unidos, onde eram produzidas séries de melhor qualidade, que cativavam a garotada com ótimos títulos como Bonanza, O Gordo e o Magro, Daniel Boone, Terra de Gigantes, Túnel do Tempo, Jornada nas Estrelas, Beretta, Perdidos no Espaço, Batman e Robin, Super Homem, Buck Rogers no século 25, Chaparral, A Feiticeira, Flipper, O Fugitivo, Os Invasores, James West, Jeannie é um Gênio, Kojak, A Noviça Voadora, Rin tin tin, Viagem ao Fundo do Mar, Tarzan, Zorro, O Agente da UNCLE, Kung Fu e Missão Impossível, dentre outras.

 

Esses seriados eram exibidos como novelas semanais, ou seja, toda semana no mesmo dia e horario passava um novo episódio que era continuação do da semana anterior.

 

Acompanhávamos as séries como se acompanham as novelas nos dias de hoje. Nada era mais importante que o novo episódio da série e toda a família se reunia em torno do único aparelho de televisão (geralmente em P&B) da casa para assistir. No dia seguinte, na escola, não falávamos de outro assunto e trocávamos as figurinhas dos álbuns relativos às séries.

 

Importante ressaltar que as séries eram realmente educativas, onde a violência era evitada a todo custo. O bandido levava 50 tiros e não se via uma única gota de sangue, quando muito uma camisa manchada. Séries cujos bons exemplos embutidos no enredo, contribuiram de forma significativa para a formação de cidadãos de caráter íntegro.

 

Em 1977 outra excelente série começou a ser mostrada:

 

CHIPS

 


Erik Strada e Larry Wilcox
atores principais de CHIPS

 

Protagonizada pelos patrulheiros da California Highway Patrol (CHiPs), Frank "Ponch" Poncherello (Erik Estrada) e Jon Baker (Larry Wilcox), CHIPS mostrava dois policiais que montados em suas espetaculares motocicletas, patrulhavam as estradas californianas, ajudando às pessoas, combatendo o crime e prendendo bandidos.

 

O sucesso da série foi estrondoso e rapidamente PONCH e BAKER viraram febre no mundo todo, tornando-se heróis de jovens de 10 a 90 anos de idade. CHIPS também ajudou a melhorar a imagem dos policiais em todo o mundo, pois mostrava patrulheiros corajosos, solícitos e competentes, sempre atentos ao que ocorria de errado nas estradas.  Além disso, havia o lado sem a farda: Ponch e Baker eram amigos fora do trabalho, e sempre se divertiam juntos. A série mostrava que, apesar da vida de policial, eles viviam um mundo bem igual ao da grande maioria das pessoas, o que ajudou no sucesso.

 

Durante a série, o ator Erik Estrada sofreu um grave acidente de moto (agosto de 1979), ficando em coma por cinco dias, quase vindo a falecer. Este acontecimento ajudou a trazer mais fãs para o programa, pois todos queriam conhecer o ator que quase perdera a vida. O acidente foi introduzido na história de Ponch, mostrando cenas dele no hospital e a sua recuperação com ajuda de uma bengala (obrigado Wikipédia!).

 

A série foi exibida inicialmente no Brasil na Rede Tupi, de 1977 até o final da emissora em junho de 1980, depois foi para a Rede Record de junho de 1980 até o fim do ano de 1983.  Depois foi exibida na Rede Bandeirantes, onde foi exibido de 1984 até 1988. A extinta Rede Manchete exibiu os episódios, de 1988 até 1993. Foi exibida pelo canal de TV a cabo TCM da SKY em 2005.

 

Nossos heróis apareciam em todos os episódios acompanhados de suas magníficas Kawasaki Police, motocicletas especialmente desenvolvidas para o uso policial - até hoje a Polícia Rodoviária brasileira patrulha nossas estradas com elas - motos robustas e duráveis em função da fabricação especial dos seus componentes, com a finalidade de resistir ao uso em condições sacrificantes a que as motos de patrulhamento são submetidas, tanto na parte mecânica como na parte elétrica, preparadas para o uso de sirenes, luzes especiais e rádio de comunicação. CHIPS e as Kawasaki Police tornaram-se inseparáveis, com suas imagens associadas (veja no post abaixo, matéria sobre essa incrivel moto).

 


Kawasaki Police e CHIPS em ação

 

No quinto ano da série, começaram alguns desentendimentos entre Érik e Wilcox, que culminaram com a saída de Wilcox do programa. A ausência do Patrulheiro Jon Baker foi sentida pelo público que aos poucos deixou de assistir CHIPS.

 

Depois de várias e infrutíferas tentativas de substituição do personagem por outro de mesmo carisma, a série parou de ser filmada, deixando uma grande vazio no coração dos milhões de fãs.

 


Ponch e Baker
protagonistas de CHIPS

 

1 comentário

Comentar post