Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Louco por motos

Nova ou usada - Qual comprar?

por Mário Sérgio Figueredo, em 24.02.09

 

Depois de longo período economizando, já temos grana suficiente para comprar uma moto. Pois é aí que muitas vezes começa o calvário: NOVA, zerinho, intocada, cheirinho da fábrica, ou uma USADA em bom (ótimo) estado?

 

Ó dúvida cruel.

 

O primeiro passo é decidir QUAL MOTO COMPRAR, qual o uso principal; urbano para uso esporádico ou diário, viagens curtas ou longas, fora de estrada, qual a faixa de cilindrada, quanto tempo pretendemos ficar com ela, se estamos preocupados com desvalorização, etc. Se eu for relacionar aqui todas as variáveis envolvidas vai faltar espaço para escrever.

 

As vantagens de uma MOTO NOVA são inegáveis:

  • a garantia, que nos proporciona a tranquilidade de contar com uma mecânica que não nos incomodará por um longo tempo (é o que se espera de uma moto zero KM - sabemos que às vezes essa verdade não é tão verdadeira);
  • teremos uma moto moderna e "do momento", proporcionando status, que pode ser uma das prioridades do futuro dono;
  • nossa moto será intocada por mãos alheias e poderemos cuidar dela desde nova do "nosso jeito".

Mas uma MOTO USADA também tem suas vantagens e qualidades, dependendo é claro do cuidado dispensado na sua procura, buscando uma moto de um dono zeloso, com pouco uso (baixa quilometragem) e que já tenha sido devidamente depreciada pelo mercado.

 

A única moto que tirei zero km até hoje foi a minha primeira. Daí para frente todas as demais foram compradas usadas, em bom estado de conservação. O objetivo principal sempre foi o de buscar a melhor relação CUSTO X BENEFÍCIO possível. Até hoje nunca "caí do cavalo".

 

Vamos fazer algumas suposições de compra (Todos os preços citados abaixo foram obtidos no site da FIPE ou em anúncions nos sites moto.com.br e mercadolivre.com.br):

 

O preço de uma Honda Titan 150 ESD zero km é R$ 7.162,00. Vejamos o que daria para comprar com esse valor aproximado:

  • NX-4 Falcon 400, ano 2000 - R$ 8.824,00
  • CB 450 DX, ano 1994 - R$ 8.048,00
  • NX 350 Sahara, ano 1999 - R$ 7.360,00

Uma Hornet custa zero km, R$ 33.148,00. Nessa faixa de preços, temos um leque enorme de ótimas opções de compra.:

  • BMW 1150 RT ano 1998 ou 1999 - R$ 28.000,00
  • BMW 1150 GS ano 2003 - R$ 35.000,00
  • Suzuki GSX 750 F, ano 2006 - R$ 27.395,00
  • Honda CB1300 SUPER FOUR ano 2007 - R$ 34.418,00
  • Honda CBR 1100 XX Super Blackbird, ano 1997 - R$ 27.537,00

Uma V-Strom zero km custa R$ 42.707,00

  • Yamaha XTZ 750 Super Ténéré, ano 1997 - R$ 19.714,00
  • Suzuki DR 800, ano 2001 - R$ 21.668,00
  • BMW R 1100 GS, ano 2003 - R$ 35.000,00

Daí que eu frizo a importância de se estabelecer nossas prioridades antes de fazer a compra. Abdicar de uma moto zero e optar por uma usada pode trazer vantagens significativas para o seu bolso e o seu prazer.

 

Quando falamos de investimentos de dinheiro temos opções de investimento seguras como a poupança, mas que oferece juros baixos - fazendo analogia, seria a opção de comprar uma moto zero km, onde o risco de se dar mal é praticamente nulo mas o retorno pelo seu dinheiro é um bem mais simples.

 

Se quiser rentabilidade maior terá que optar por investimentos de maior risco, como a bolsa de valores, ouro e outros - esta opção seria a decisão por comprar uma moto semi-nova. Negociar uma moto usada é um investimento de risco e precisa de extremo cuidado na hora de escolher a moto desejada.

 

Ao comprador que não tenha muito conhecimento, que não conheça os "pontos chaves" para descobrir se a moto foi bem cuidada, recomendo indispensavelmente o auxílio de alguém que conheça ou do seu mecânico de confiança.

 

Para fazer um bom negócio, procure motos com baixa quilometragem em relação ao seu "tempo de vida", motos que pela documentação seja possível comprovar que pertenceram a um dono só, que pelo seu estado de conservação (pintura, borrachas, plásticos) mostrem que foram conservadas por dono caprichoso e cuidadoso - não é difícil encontrar motos assim, basta ter paciência e perseverança pois muita gente compra motos por puro modismo e quando percebem que não levam jeito para a coisa, as põem à venda e é nessa hora que conseguimos fazer uma boa compra.

 

Agora é só você escolher: NOVA ou USADA ?

 

 

9 comentários

Comentar post