Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Louco por motos

O "V" dos gansos: Exemplo de trabalho em equipe

por Mário Sérgio Figueredo, em 02.11.08

 

Formação em "V" no vôo dos gansos.

 

No outono, quando se vê bandos de gansos voando rumo ao Sul, formando um grande "V" no céu, indaga-se o que a ciência já descobriu sobre o porquê de voarem desta forma.


Sabe-se que quando cada um bate as asas move o ar para cima, ajudando a sustentar a ave imediatamente de trás. A resistência do ar diminui para cada ganso à medida que mais longe fica do cume. Em geral, o bando se beneficia de pelo menos 71% a mais de força de vôo do que uma ave voando sozinha.


Pessoas que tem a mesma direção e sentido de equipe podem atingir seus objetivos de forma mais rápida e fácil pois se beneficiam do impulso mútuo.


Sempre que um ganso sai do bando, sente subitamente o esforço e a resistência necessários para continuar voando sozinho. Rapidamente, ele entra novamente em formação.


Se tivéssemos o mesmo sentido dos gansos, manter-nos-íamos em formação com os que lideram o caminho para onde também desejamos seguir.


Quando o ganso líder se cansa, ele muda de posição dentro da formação e outro ganso assume a liderança. Assim todos se ajudam de forma a garantir a sustentabilidade até o seu destino final.


Todos tem seu papel definido, ficando para os gansos de trás o trabalho de grasnar, encorajando os da frente para que mantenham a velocidade.


Quando um ganso adoece ou é ferido, deixa o grupo, e dois outros saem da formação seguindo-o para ajudá-lo e protegê-lo.


Chegamos à conclusão que o vôo dos gansos rumo ao Sul no outono é um grande exemplo de trabalho em equipe, onde todos tem o mesmo objetivo, meta e compromisso com o sucesso.


Sobre o autor: Fabrício Jesus da Silva
Bacharel em Ciência da Computação

 e MBA pela FGV em E-Business .

 

1 comentário

Comentar post